sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Planta da semana: BABOSA

Nome Popular: Aloé, Aloé-candelabro, Babosa-de-arbusto.
Nome Científico: Aloe arborescens Mill.
Família Botânica: Liliaceae

Origem: Sul da África

Característica da Planta:Planta com caule ereto, com cerca de 1,50 m de altura, semilenhoso, nodoso, verde-claro e esguio. Suas raízes são longas e pardas.
As folhas são carnosas, de até 50 cm de comprimento, com fortes dentes verdes e espinhosos. São sucosas, inodoras e de sabor amargo.

Fruto: Os frutos são constituídos de cápsulas pardo-escuras, e as sementes são numerosas, achatadas e escuras.

Cultivo: Não são exigentes quanto ao solo, desde que este seja drenado e permeável (arenoso e areno-argiloso), mas são sensíveis à acidez do solo. Solos com abundância de matéria orgânica devem ser equilibrados com boas doses de nutrientes minerais: potássio, cálcio, fósforo e magnésio.

Clima: É planta característica de climas tropicais e subtropicais. Deve ser cultivada em locais protegidos de geadas e de ventos frios, gosta de sol, não se dando bem à sombra ou meia-sombra e requer o uso de quebra-ventos. A aloevera é a mais exigente quanto ao calor.

Método de Propagação: O mais usado e prático é a do uso dos perfilhos que nascem ao redor da planta-mãe ao lado do tronco. Estes perfilhos são separados e cultivados em um viveiro para que enraízem bem e se tornem fortes.

Plantio: É feito no outono ou na entrada da primavera e deve ser feito em covas rasas, em solo bem preparado.

Colheita e Rendimentos: A colheita é realizada após um ano de cultivo, pois o crescimento inicial das babosas é lento.

IMPORTANCIA MEDICINAL: Antibactericida, prevenção ao câncer, anti-hemorrágica, antiinflamatória, bronquite, cicatrizante, purgante, queda do cabelo, tuberculose pulmonar incipiente, entre outras propriedades.

Indicações: Afecções biliares, afonia, alergias, seborréia, anemia, artrite, artrose, asma, bexiga (infecções), bronquite, cabelos (anti-queda, calvície, caspa), cãibras musculares, doenças na gengiva, nos olhos, dores (dente, cabeça, estômago.

Parte utilizada: Folhas (polpa e seiva)

Superstição: Traz boa sorte para dentro de casa e repele energias negativas. Um pano vermelho com algumas gotas do sumo da babosa colocado no carro evita acidentes e roubos.

Um comentário:

Henri disse...

Parabéns pelo blog,tá ótimo.
Ah e quanto ao artigo da babosa,minha vó sempre disse que essa planta era "porreta" agora eu acredito vó!!!